Arma de Fogo

Arma de Fogo

 

Dênio Patrik, do Arma de Fogo, coloca o Amapá na rota da Expedição Punk do CoMMúsica. O punk do Amapá é representado aqui pela banda Arma de Fogo, com galeria de fotos, um pouco da história de formação e letras do repertório.

Arma de Fogo A banda surgiu no início de 1998 e foi batizada na época de Fire of Guns (Fogo de Armas) pelo nosso baterista e vizinho, o Carlos Paiva(Preto) no dia 14 de Outubro daquele ano. Nessa época, era composta pelos irmãos Danny Pietre (baixo), Kaio Michel (guitarra) e Dênio Patrik (vocal).

Desde moleques, escutávamos rock de todos os gêneros, como: Ramones, Bad Religion, Nirvana, Sepultura, Ratos de Porão, Garotos Podres dentre outras. A vontade de formar uma banda foi natural de todos e naquele momento decidimos montar uma.

A cena no Amapá, naquela época, estava muito forte, pois tínhamos diversas bandas boas fazendo som consciente e de protesto como a banda Rancor e Periferia, que já estavam na ativa desde 94 fazendo sua ação direta no Punk Hardcore Amapaense.

Essas duas bandas começaram com o movimento Punk HC, tocando na cidade desde 1994 e pra gente foi a válvula de escape. Era a hora. Viemos de uma família de músicos e nossa mãe, desde jovem, cantava no coral da igreja e tocava flauta, nosso pai sempre tocou nas bandas das igrejas de que eles faziam parte.

A música está nosso DNA e o Rock foi apenas o complemento, a direção que estávamos procurando, foi a liberdade que estava faltando para nossas vidas e nos encontramos no Punk Hardcore.

A banda hoje têm 2 álbuns gravados de forma independente e honesta. Cada álbum contém 15 faixas: 2017 Dia de Marcha e 2018 O Governo me deve, músicas autorais da Arma de Fogo.  

 

Galeria de fotos

O governo me deve

  Vote nulo

  Arma de fogo

 

Não quero saber quem vai se eleger.
Político pra mim tem mais que se fuder.
Não passa de bandido, mentiroso e ladrão.
Contando a mesma história de mais um charlatão.
Refrão: Vote nulo2x/4x
Na frente da tv ele quer ti convencer.
Passando pela rua ele acena para você.
Dizendo que agora tudo vai mudar.
Formando uma quadrilha que só vai ti roubar.
Refrão
 
 
 
Os mesmos (Letra e música: Dênio Patrik)
 
Brasil, um país afundando na corrupção.
Brasil, violência, estupro e destruição.
Brasil, meus filhos morrendo não tem o que comer.
Brasil, que política é essa que fode você.
Refrão: Desordem e retrocesso foi nessa bandeira que você jurou.
A ordem e progresso nunca existiu você quem tirou.
Não quero acreditar, que toda essa merda.
Um dia possa acabar, e que eu saia da miséria.
Não vou poupar você, e aqueles que ti vetam.
São os mesmos que vão, ti procurar.
Refrão
 
 

Arma de Fogo está no SoundCloud.   

 

 


Inscrições abertas Para participação no mapa colaborativo da Expedição CoMMúsica

Deseja seguir a Expedição?

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Copyright © 2021 Política de privacidade | Audioman Pro by Catch Themes

Deseja receber as atualizações?

%d blogueiros gostam disto: