A CoMMúsica foi indicada na SEXTOU

A CoMMúsica foi indicada na SEXTOU

SEXTOU é coluna de Arnaldo Afonso, blogueiro, cantor, poeta e compositor e também organiza o “Sarau da Maria”. Toda sexta-feira, o jornalista indica projetos culturais, saraus, exposições, shows e artistas. Na sexta passada, dia 15/01, a Expedição CoMMúsica foi indicada aos leitores. Também destacamos o Vídeoclube Charada na Net.

A crítica

Neste momento de horror, de um lado, e cinismo e sarcasmo, de outro, a crítica tecida ao governo Bolsonaro é mais importante do que a referência à Expedição CoMMúsica.
Nosso posicionamento ideológico é o de que qualquer Estado é cruel, corrupto e orientado pela ganância e poder. A crítica a seguir é exemplar.

Texto de Arnaldo Afonso

“QUE GOVERNO IRRESPONSÁVEL!!! >>> Não se trata de ser oposição. Não é de politica que falo. O que está acontecendo no Amazonas é um horror. É estarrecedor. É quase um crime. É o resultado de um total descaso com a vida humana. Aquelas mortes são praticamente assassinatos. Eu leio e vejo as cenas com lágrimas nos olhos. A crônica das mortes anunciadas entre risos pelos bolsonaristas. É preciso punir os responsáveis, esses irresponsáveis. O ministro que não entende nada. O presidente idiota. Não tem ninguém governando o Brasil. Há um vazio. O Brasil vazio de esperança. Sem rumo, à deriva. Quem está sentado na cadeira de presidente é uma nulidade, um nada, uma pessoa vazia desprovida de humanidade. De cultura. E de sanidade. Bolsonaro precisa ser retirado de lá imediatamente.
FALANDO DE POLÍTICA >>> Agora, sim, falando de política: quem contribuiu para que essa nulidade chamada Bolsonaro chegasse ao poder, deve fazer um mea culpa e tirá-lo de lá imediatamente: o golpe dado em 2016, em nome de um antipetismo doentio, gerou a aberração que nos (des)governa. Eu tenho aqui na memória uma longa lista de nomes… De políticos ‘sérios’ a jornalistas ‘isentos’, passando por empresários ‘de visão’ e artistas ‘de sucesso’, muita ‘jente de bem’ prestou esse desserviço ao povo brasileiro, apoiando o crescimento da onda fascista. Que ao menos se retratem, seus canalhas!
COVID 1 >>> Em meio à pandemia do Coronavirus, ‘com números assombrosos de infectados e de mortos no Brasil e no mundo, um coletivo de artistas procura sensibilizar a sociedade no sentido de celebrar a identidade e a vida das vítimas, iluminando suas histórias’. A música ‘Espero que nomes consigam tocar!’ foi criada a partir da canção ‘Inumeráveis’ (de Bráulio Bessa & Chico César) como uma homenagem às vítimas da covid-19. O vídeo traz como convidados, além dos dois autores da canção, Neymar Dias, o Coro de Câmara Comunicantus e o Coral da ECA/USP, com direção musical de Gil Jardim e direção de arte de Anderson Penha. Parabéns a todos que se envolveram nesta tocante homenagem. A obra emociona e faz pensar.
COVID 2 >>> Em sua coluna no site BemBlogado, o jornalista Washington Araújo registrou o comovente relato de uma amiga que perdeu a mãe para a Covid. Seu depoimento é terrível de ler, de tão doloroso (eu não consegui segurar as lágrimas). Mas é muito importante que ela o tenha escrito. E que o blogueiro o tenha divulgado. Eis o texto deles:
Amiga, combativa, Gloria Modesto, que perdeu recentemente a mãe em razão da Covid-19, faz aqui um depoimento emocionante e duro. Glória traz no seu perfil do Faceboook a frase de Hemingway:
“Quem estará nas trincheiras ao teu lado?
– E isso importa?
– Mais do que a própria guerra.”
Glória sabe quem está ao lado dela nesta guerra contra a intolerância, a desinformação, a insensibilidade:
“Hoje enterrei minha mãe sozinha, envolta numa mortalha negra, sem permitir a ela, e me permitir, estar rodeada de pessoas que a amavam e admiravam, e que me amam. Fui envolta de amor por pessoas queridas, mas ela não pode ter isso.
Então se quiser post fofinho, pare por aqui.
Desejo aos que minimizam essa doença ou façam piadinhas com vacina, a mesma falta de ar, a mesma dor que ela sentiu ao tentarem retirar sangue de suas veias destroçadas, o mesmo medo ao ter percebido que a hora dela havia chegado, que sintam a agonia, o suor molhando roupas, empapando o cabelo. Que não consigam comer, apesar da comida lhes ser oferecida.
Mas desejo mais ainda, e com a profundidade da minha tristeza e a força do meu ódio, que quando gritem por ajuda não tenham ao lado uma pessoa que amem lhes dizendo que vai passar, que não tenham médicos competentes trabalhando para tentar ajudar seu corpo já cansado de tantas batalhas a vencer mais uma, que não tenham profissionais de saúde para manter seu corpo limpo e aconchegado numa cama macia e sua alma confortada com palavras carinhosas.
E que sintam a tristeza e a impotência que sinto.
Que urrem, se debatam procurando um olhar amigo sem achar, que não sintam alívios para suas dores, que não achem água para aliviar sua sede.
Que morram sós, miseráveis, sem sequer encontrar uma sombra de humanidade que lhes alivie os últimos estertores”
TRUMP, BOLSONARO & SEGUIDORES BIZARROS >>> Replico aqui o texto que escrevi na semana passada, em minha página no Facebook, após a bizarra invasão do Capitólio perpetrada pelos amalucados seguidores do inconsequente Trump (foto da AFP, postada nas redes sociais). Como não temer por nosso futuro? Como não lamentar essa imbecilização da política? Acabo de ler sobre os ‘Q Anon’. Se você não sabe o que é, faça uma rápida pesquise no Google (https://www.bbc.com/portuguese/brasil-55582226.amp?s=04…) e comprove: são ‘a base de pensamento’ dos idiotas que seguem esses dois presidentes ridículos. São essa gente que semeia absurdos pelas redes sociais e que trabalha para que esses absurdos viralizem e confundam a opinião pública. Para que não exista mais nenhuma ‘verdade’ elementar e óbvia. Para que qualquer medida esdrúxula que eles venham a tomar seja tida como aceitável e ‘normal’. São esses os caras que estão no poder, representados pelos dois presidentes incultos, nos EUA e no Brasil. São os seguidores de Trump e Bolsonaro, os imbecis que não entendem de nada, que refutam as comprovações científicas, as informações pesquisadas e testadas, os estudos clássicos de gerações de pensadores. Os que se confundem com seus líderes mitificados por sua própria ignorância e falta de cultura. Os que são contra a ciência, contra as regras da política e contra a convivência democrática. Os que são contra a diversidade e o respeito ao outro, contra os livros, contra a liberdade, contra a imprensa, contra as eleições. Os que disseminam teorias bizarras inventadas como piadas e postadas na net à exaustão (com ‘auxílio’ de robôs) para virarem ‘verdades’ (a Terra deles é plana!). Os que querem o caos, incitam a desordem e depois voltam atrás, como fez Trump, um dia após a invasão, temendo o processo de impeachment a 14 dias do fim de seu mandato. Como já fez Bolsonaro várias vezes desde que assumiu a presidência, falando asneiras e depois voltando atrás. E eles sempre acusam os outros por sua incompetência: ora a culpa é do sistema, ora do STF, ora da pandemia, ora da imprensa, ora da esquerda, ora sei lá do quê. Eles se queixam de que sempre tem algo que os impede de agir, de fazer o que queriam… Pois saibam, eles e seus seguidores fascistas: o que os impede, somos NÓS, os do campo democrático. E vamos impedir enquanto tivermos força e pudermos resistir: fora Trump, fora Bolsonaro. Impeachment para os dois, antes que destruam o resto de esperança que possamos transmitir aos nossos filhos e às pobres gerações que virão e viverão nesse mundo obscuro, violento e ignorante que eles estão gerando.
E MAIS >>> Faço questão de registrar: neste pobre país sem lei chamado Brasil, já se vão 1040 dias sem que se esclareça o assassinato de Marielle e Anderson. É vergonhoso!

SEXTOU >>> Confira as dicas de lives e outros eventos que o blog Sarau, Luau e o Escambau indica para HOJE.

FESTIVAL DE CINEMA >>> De 15 de janeiro até 14 de fevereiro estão abertas as inscrições para o ‘1º Na Quebrada Festival de Cinema’. Serão três mostras competitivas nas categorias Manas, Monas e Manos, com curtas-metragens que mostrem as diferentes realidades de jovens, mulheres e LGBTQI+ moradores da periferia ou de ocupações no centro de São Paulo. Os filmes inscritos devem ter duração máxima de 25 minutos e terem sido finalizados após janeiro de 2017, em qualquer formato, gênero e classificação. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas no site.
CHARADA VÍDEO NA NET >>> Quem tem saudade de passear pelos corredores de uma locadora e escolher alguns filmes para ver em casa agora pode fazer isso pela internet. Basta acessar charadavideo.com e conhecer o serviço de locação de filmes online e se maravilhar com o fabuloso acervo de dvds, vhs e blu-ray. É só alugar e receber em casa
>>> ÀS SEXTAS – 20h … Charada – Sala Privada Convida. Espaço cultural promove shows e bate-papos todas as sextas-feiras direto da ‘sala privê’ da locadora, via Facebook. Nesta edição, com Vander Bourbon
Sexta – 15 de janeiro – 18h … SonetILUSTRA é o terceiro título dos sete que serão lançados até 2022 (já foram publicados SonetATO e SonetIMAGEM). Projeto se dedica ao resgate cultural dos sonetos na literatura brasileira. O livro, com 50 poemas de Eduardo Maciel e ilustrações de Robson Sark, terá sessão de autógrafos (com os devidos protocolos de segurança) na Livraria Blooks, na Praia de Botafogo, 316
Sexta – 15 de janeiro – 20h … Notas de Escurecimento. Plinio Camillo conversa sobre literatura negro-brasileira com Dandara Suburbana. Transmissão pelo Youtube
DANIEL ALEXANDRINO >>> Batalhador do teatro, da poesia e um dos fundadores do ‘Sarau do Grajaú’, o produtor cultural Daniel Alexandrino foi acometido por um glaucoma e não está nada bem da visão. Amigos das artes criaram uma Vaquinha Virtual no Abacashi para ajudar o artista. Saiba mais e colabore
Sexta – 15 de janeiro – 20h … Teju Franco se apresenta no Ecla, à rua da Abolição, 244. Contribuição R$15
Sexta – 15 de janeiro – 18h … Outros Sons é o programa apresentado pelo músico João Antonio Galba na rádio web Paracatu  O convidado desta semana é compositor e produtor Volt, um dos habituais participantes do sarau Toca do Autor. Clique no cartaz
INSTITUTO ESTAÇÃO DAS LETRAS >>> Teve início a programação de Cursos de Verão do IEL, online e ao vivo, pelo Zoom, com oficina de escrita (Valesca de Assis), sobre gêneros literários (Suzana Vargas), crônicas (Arthur Dapieve), composição musical (Pedro Luís), conto (Bráulio Tavares) e estilos de escrita (Ruy Castro), entre outros. Saiba mais e reserve sua vaga.
WALMIR PINTO >>> ‘Tá Faltando Poesia‘ é a coletânea de interpretações feitas por Walmir Pinto durante os meses da quarentena, unindo sua história com o teatro à experiência acumulada no audiovisual (8 novelas e 4 filmes), além do gosto inerente por poesia. “Gostaria de ver mais artistas fazendo isso e se juntando a mim e ao canal”, diz ele, se dispondo a conversas inbox.
AULAS DE CANTO >>> A cantora Jordanna inicia curso online. A primeira aula é gratuita. Os interessados devem mandar mensagem a ela pelo inbox do Face
MÁQUINA DE CONTOS >>> Já divulguei aqui que a ‘Máquina de Contos’ oferece mensalmente um texto na forma de e-book aos clientes de empresas de telefonia (como a Algar e a Claro). Agora a plataforma anuncia o ‘1º Prêmio Literário Máquina de Contos’, visando selecionar três contos de autores inéditos que terão seus textos publicados e receberão premiação em dinheiro no valor de R$2.000. As inscrições vão de 15 de janeiro a 10 de abril. Saiba mais no site.
COMMÚSICA >>> Site recebe inscrições para mapear o cenário de bandas e artistas independentes, promovendo a divulgação de seus trabalhos, suas redes sociais e fortalecendo as conexões entre eles. O mapa virtual da Expedição CoMMúsica tem geolocalização e representação por fotos de satélite. No manifesto, assinado por Dênio Patrik, Grívan Narvìg e Elizabeth Del Nero, os criadores afirmam que, ‘num mercado fonográfico dominado pelos temas repetitivos da música comercial, a plataforma CoMMúsica elabora seu principal objetivo: ser um canal de interação entre artistas periféricos e independentes, democratizando o acesso à música e buscando novos recursos digitais que aproximem a arte do público, garantindo a sobrevivência dos artistas’. Para conhecer detalhes sobre a criação do projeto, acesse.
PAULA AUTRAN – lives diárias – 11h … A jornalista e escritora Paula Autran, em seu perfil no Instagram, realiza entrevistas diárias com artistas, pensadores e produtores culturais. Veja também a série ‘Simplificando a escrita com Paula Autran’, em seu canal no YouTube
TUCA VIEIRA >>> Fotógrafo acaba de lançar os livros ‘Atlas Fotográfico’, publicado pelo Museu da Cidade de São Paulo, e ‘Salto no Escuro’, pela Editora Hedra e N-1 Edições. Conheça seus trabalhos no site.
CORDEIROVICH >>> Leia essa entrevista e saiba um pouco mais sobre os projetos de José Carlos Cordeiro, também conhecido por J. Cordeirovich, da dupla com Vladinsky (ouça, ‘VozeViolãoAoVivo’). Poeta, compositor e multiartista com vários cds e livros lançados, entre eles, o ‘Baú de Qualquer Coisa’, Cordeiro foi um dos pioneiros no lançamento de discos independentes, com o elepê ‘Brincadeira Manhã’ (ao lado de Lé Dantas), ainda nos anos 1980. No vídeo acima, o escritor fala de seu mais recente lançamento, o livro ‘Memórias do Agora Mesmo’
POETAS PELA DEMOCRACIA >>> O poeta Elcio Fonseca, criador e organizador do projeto, define: “é um coletivo dos mais expressivos talentos da rede, numa rede de proteção à democracia”. Todos os dias, ao meio-dia, um poeta apresenta um poema com temática política, na perspectiva de que ‘não podemos nos calar diante do retrocesso por que passa o país. Inscreva-se e confira tudo na página deles no Instagram.
ITAQUERA – HISTÓRIAS E MEMÓRIAS – Os movimentos sociais da zona leste e seus protagonistas. Série de dez entrevistas mediadas por Escobar Franelas, com ativistas da região. Acompanhe na página do evento, no Facebook (aqui os bate-papos com Leandro Martins, da escola de samba Leandro de Itaquera, e com o historiador Zé Carlos Batalhafam)

REVISTA RAMO >>> O poeta Escobar Franelas anunciou a nova edição da revista que destaca a produção poética de São Miguel Paulista, prestando tributo a Severino do Ramo, escritor da região (mensagens inbox). Além de matérias sobre a arte poética, assinadas por Punky, Daniel Carvalho e João Caetano do Nascimento, participam escritores como Arnaldo Afonso (eu mesmo!), Antonio Miotto, Sueli Kimura, Silvia Maria Ribeiro, Manogon, Janete Amaral, Daniel Carvalho, Éder Lima, Sabrina Lopes, Teresa Lopes, Andrio Candido, Edilson Borges (Lobinho) e Rafael Vieira, além de incluir e homenagear três poetas já falecidos: Rose Beltrão, Daniel Marques e João Maloca
EVA-PROTO-POETA >>> Conheci a escritora mineira Adriane Garcia através de Akira Yamasaki, num Sarau da Casa Amarela, em São Miguel. Desde então, acompanho seus ótimos poemas pelo Facebook e Instagram (entre também em seu site). “Eu vim do mundo dos excluídos – por classe social e gênero – e sou uma mulher que abomina a exclusão”, afirmou ela numa entrevista a João Gomes, na revista Mirada. Ela acaba de lançar ‘Eva-proto-poeta’, livro de poemas que celebra a voz das mulheres sob o ponto de vista bíblico (para adquiri-lo, clique aqui . Adorei seus textos concisos e os merecidos comentários elogiosos que li sobre ele: “Garcia reescreve o mito da criação da humanidade, ao empoderar a resignada Eva, a partir do momento que ela descobre a insubordinada Lilith, colocando em pauta a questão da sororidade tão necessária ao movimento feminista” (da resenha de Leila de Carvalho e Gonçalves)
O EP DO ANHANGABAHY >>> No final do ano a formada por Hévelin Gonçalves, Wady Issa Fernandes e Rui Condeixa Xavier apresentou seu novo álbum, o ep experimental ‘Doismilevinte’, que não será lançado em nenhuma plataforma, mas será enviado individualmente aos interessados. Cadastre-se e receba as músicas por e-mail ou whatsapp, gratuitamente
GIULIANO DEL SOLE >>> Artista ligado ao coletivo que promove atividades na VideoClube Charada, na ZL, músico acaba de lançar Topadas, sua canção em parceria com Jefferson Garrido. Participam, além de Giuliano (voz, violão e guitarra), Paulinho Lima (bateria), Bruno Rocha (baixo), Katia Aqkino (coro) e Sergio Basseti (teclado e produção)
LOJA DO MST >>> Inaugurada a loja de e-commerce com produtos orgânicos dos trabalhadores ligados ao MST (armazemdocampo.shop).
GILIANE & GUSMÃO >>> Dupla de cantores e compositores disponibilizou algumas canções nas plataformas digitais: ‘Nas cabeceiras do rio’, ‘Na poeira da estrada’, ‘Virada do Alto’ e ‘Terreiros da Madrugada’. Além das citadas, é só digitar ‘Som da Estrada Duo’ para acessar outras músicas. Entra lá e se inscreva.

 

Confira o post na página de Arnaldo Afonso, no Facebook.


Expedição CoMMúsica

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com
%d blogueiros gostam disto: