Baixaria Sonora – Esperança

Baixaria Sonora – Esperança

Jean Paz escreve sua coluna Baixaria Sonora todas as terças-feiras aqui, na Expedição CoMMúsica. Leia mais textos do Jean no blog Baixaria Sonora.

Esperança

Essa história começou em algum vagão de trem que viajava tranquilamente pelos trilhos do transporte público de São Paulo.

Não lembro exatamente qual era a linha e nem a região.

Mas lembro perfeitamente quando aquela dupla entrou no vagão, portando um violino e um bandolim, fazendo um som que fez minha mente viajar até algum desconhecido, mas que me trazia muita paz.

A música acabou, eles passaram o chapéu e desceram na outra estação.

A vontade era descer junto e ouvir mais um som.

Mas não era possível. Era mais um dia comum, daqueles em que corremos atrás de um tempo cada vez mais escasso.

Algum tempo depois, nossos caminhos se cruzaram de novo. Dessa vez no metrô.

Linha verde ou vermelha. Tanto faz.

Dessa vez eles vieram em trio.

Tocaram mais um som maravilhoso e desceram na estação seguinte.

Mas dessa vez, além de colaborar com algumas moedas, comprei um cd.

E soube enfim o nome daquele grupo maravilhoso que alegrava minhas viagens pelas profundezas da cidade cinza: Teko Porã.

O nome é um termo em Guarani que significa o “belo caminho”, ou o “bem viver”. Caracteriza a filosofia, cosmogonia e espiritualidade refletida na sabedoria popular de povos originários das Américas, conhecidos hoje como indígenas.

Sua música mistura instrumentos clássicos, letras indígenas e ritmos africanos.

E sua formação variava era tão mutante quanto os locais de apresentação.

Fotografia: Lorena Rezende

Tive a oportunidade de entrevistá-los em 2017. Eles já não podiam mais se apresentar nos vagões, porque a prefeitura de São Paulo é inimiga da arte.

Para compensar, tocavam na entrada do Metrô.

E estava com a formação que, para mim, é a melhor de todas:

Pablo Nomás, no violão; Bia Rezende, na voz e percussão; Kinda Assis, na viola; Caio Gregory, no bandolin e Israel Marinho, no violoncelo. E alguns convidados especiais.

A banda estava prestes a lançar seu primeiro álbum, o Anamaguaçu:

Nesse disco está presente uma das minhas músicas preferidas, chamada Portas e Janelas.

Vale a pena conferir.

 

Depois desse encontro, soube que alguns membros da banda iriam embora para a Europa e estavam fazendo uma campanha para que os outros também pudessem ir.

Mas ai veio a pandemia e todos os planos tiveram que ser adiados.

 

Ainda tenho a esperança de que em breve eles consigam migrar de vez para o velho continente e ter o reconhecimento que lhes é negado em um país que não valoriza artistas que realmente fazem arte.

E que antes disso, nossos caminhos se cruzem de novo. Seja nos palcos, nas ruas ou no metrô.

 

Confiram a apresentação do grupo no showlivre:

 

E uma das minhas versões preferidas de Portas e Janelas, que me emociona sempre que ouço:

 

E para encerrar, sua participação no programa “Sala de Estar”: https://youtu.be/UgT4C0wwlGI

 

Para saber mais sobre a banda, é só acessar o site oficial ou suas redes sociais @tekopora

Baixaria Sonora – Esperança, texto de Jean Paz.


Expedição CoMMúsica

1 thought on “Baixaria Sonora – Esperança

  1. Carla says:

    Tive o privilégio de, recentemente conhecer o Pablo e o Caio e por consequência a Teko Porã. Fiquei muitíssimo impressionada pela qualidade da banda. Instrumentos clássicos, rítimos populares e letras inteligentes que tocam a alma. Não me canso de repetir … TALENTOSÍSSIMOS!

    Responder

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com
%d blogueiros gostam disto: