Conta Comigo: Meu Oceano

Conta Comigo: Meu Oceano

Um poema de Michele Fernandes

 

Como quem nada em um aquário,

minha liberdade é relativa.

Somente nado e vago e calo

com a suavidade de uma água viva.

 

Minha sina de nadar em pouca água

me ensina a viver querendo mais,

mas em estranhas profundezas

me agarro como fazem os corais.

 

Temendo as incertezas desse mundo,

em pequenos sonhos me aninho,

e cresço nesse mar profundo,

galopando em cavalo marinho.

 

No entanto, esbarro nos limites

que a vida cruelmente me demonstra

e para fugir da triste realidade

me fecho em concha feito ostra.

 

Vivo nesse ciclo feito onda

que bate e volta em um mar de enganos

e faço desse pequeno aquário

o espaço para formar meu oceano.


Manifesto da Expedição CoMMúsica

Deseja seguir a Expedição?

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Deseja receber as atualizações?

%d blogueiros gostam disto: