Cavando Ideias: Quadrinhos e crítica social

Cavando Ideias: Quadrinhos e crítica social

O Lado Vermelho das Joaninhas é um livro em quadrinhos do artista e quadrinista brasileiro Pedro Hutsch Balboni, que até então já lançou quatro projetos pela internet e este foi um deles.

Em suas palavras_ conforme podemos verificar na entrevista realizada por Meire Farias em https://armazemdecultura.wordpress.com/2017/10/15/joaos-joanas-humor-e-reflexao-por-pedro-hutsch-balboni/ _ começar um projeto não é difícil. O difícil é levar adiante. Ele comenta que para o artista conseguir vender seu trabalho, ou seja, usar meios comerciais é muito difícil. E que há vantagem em ser um artista de autopublicação _ o que sempre ocorre nos projetos do Catarse_ o que, nas suas palavras, vale a pena. Uma vez que o Catarse exige uma organização, viabiliza a entrega aos leitores e até mesmo organiza a distribuição pelas bibliotecas públicas.

Então, o artista que ainda não utilizou este recurso e que tem interesse, isso é importante! Aliás, já fiz resenhas e comentários neste espaço de outros autores independentes, algumas que começaram pelo projeto Catarse.

Na entrevista realizada com Meire Farias, no blog citado, Pedro Balboni comenta que já teve quatro projetos levados adiante pelo Catarse, e alguns em que ele apenas coordenou a realização do trabalho de outros desenhistas que fizeram quadrinhos para seus roteiros. Já recebeu prefácio de Fernando Gonsales (Níquel Náusea) e Lourenço Mutarelli, que foi seu professor de quadrinhos no SESC em 2013,  fez o fechamento do quadrinho de Ciclanos e Ciclanas, outro trabalho de Pedro Balboni.

O Lado Vermelho das Joaninhas, publicado em 2020, esteve no projeto Catarse e eu fiquei animada em participar, comprando um exemplar. Lembro que o autor teve dificuldades com a capa em acrílico, listada em vermelho, que acompanha o livro. Na entrevista, a jornalista Meire pergunta de onde veio a ideia das joaninhas. E Pedro respondeu que veio por achá-las encantadoras e divertidas. Embora, ele mesmo tenha admitido, no fundo que elas sãos predadoras das pragas que atacam as plantas.

Sinceramente, depois que comecei a ler os quadrinhos imaginei que eram vermelhas pela luta de classes, pelo PT, pela crítica social. O que as joaninhas fazem o tempo todo em diálogos aparentemente simples, no entanto, muito complexos. Adorei ler! Aconselho a todos aqueles que possuem um interesse social ou de classes, porque a conversa destas joaninhas é tudo o que temos que ler, ouvir, pensar.

Como professora, já me vejo utilizando em sala de aula, discutindo a interpretação destes diálogos com meus alunos e até mesmo pedindo-lhes que escrevam suas impressões a respeito. Seria uma ótima possibilidade de exercer a cidadania, bem como de ensinar a expressão escrita para os alunos, futuros cidadãos.

Pedro Hutsch Balboni, não é meu conhecido, porém já descobri seu trabalho pela internet, onde ele tem se publicado desde 2003. E viva a publicação independente!

Por estas e outras, eu indico a leitura de O Lado Vermelho das Joaninhas, bem como a leitura de outro quadrinhos de Pedro Balbino autopublicados e que podem ser adquiridos pela estante virtual, como: Dito pelo não dito, Tudo já foi dito, Tangram número 1, Joãos e Joanas, Ciclanos e Ciclanas, Conto Brasileiro: Romance de uma situação crônica. E se divirtam ou chorem com a dureza da realidade que é passada a cada diálogo.

A imagem acima é do livro que eu adquiri pelo Catarse.  🙂

Cavando Ideias: Quadrinhos e crítica social
Cavando Ideias: Quadrinhos e crítica social

Manifesto da Expedição CoMMúsica

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com
%d blogueiros gostam disto: