Denilson Carreiro no Sons da Resistência #33

Denilson Carreiro no Sons da Resistência #33

 

Denilson Carreiro estará novamente no Sons da Resistência, agora na edição #33. O programa apresenta somente música autoral e de produção independente e Denilson é um mestre que chega à rádio.

 

 

Denilson Carreiro

Após anos de colaborações com outros músicos, o cantor e compositor paulistano Denilson Carreiro resolveu, no começo de 2020, optar por seguir o seu próprio caminho. 

Seu primeiro lançamento solo em dezembro de 2020 foi a música “A Bela Canção”, que em pouco tempo se tornou bastante executada em diversas web rádios do Brasil incluindo também Portugal, Holanda, Inglaterra, América Latina (Argentina,Venezuela, Uruguai, México, Colômbia, Bolívia, Chile, Panamá e Peru), Austrália e Japão. 

Em maio, foi lançado o segundo single, uma música instrumental chamada “Mater”, que estará no Sons da Resistência #33 e integrará a playlist de músicas instrumentais.

Em fevereiro de 2022, foi lançado o terceiro single chamado “Vício”; ambos, juntamente com “A Bela Canção”, farão do parte do álbum “Um Lugar No Tempo” com previsão de lançamento para 2022. O álbum contará com 12 músicas, das quais duas serão temas instrumentais e será totalmente composto e produzido por Denilson Carreiro. 

 

Capa Oficial do álbum Um Lugar no Tempo

 

Para acompanhar o trabalho do Denilson Carreiro, siga-o nas seguintes redes sociais: 

Site Oficial

YouTube  


Ficha Técnica
1. Discografia
Trabalho Solo
 
2020 – A Bela Canção (single)
2021 – Mater (single instrumental)
2021 – O Come Al’ Ye Faithfual (single especial de Natal)
2022 – Vício (single)
Com banda
 
2007 – Tributo Ronnie Von  – (como baixista e vocalista da banda Quartzo)
2015 – Quartzo Lunar – single (como baixista e vocalista da banda Bumerangue Carma)
2017 – Pensamento Crístico – single (como baixista e vocalista da banda Bumerangue Carma)
2017 – Solaris – single (como baixista e vocalista da banda Bumerangue Carma)
2018 – Ciranda – single (como baixista e vocalista da banda Bumerangue Carma)
2019 – Deja Vu – single (como baixista e vocalista da banda Bumerangue Carma)
2019 – Velocidade Da Luz – single (como baixista e vocalista da banda Bumerangue Carma)
2020 – Pulsar – single (como baixista e vocalista da banda Bumerangue Carma)
Colaborações
2018 – We’re All For Peace – single (como baixista na banda Open Stage World Band)
2018 – Suspicion – single (baixista e vocalista nesse trabalho com o músico americano Steve Petrinko)
2018 – A Merry Jingle – single (baixista e vocalista nesse trabalho com o músico americano Paul Curtis)
2019 – You Light Up My Day – single (baixista nesse trabalho da cantora sueca Berith Holmqvist)
2020 – Stone Cold Sober & Primary – singles (baixista nesses trabalhos do cantor australiano Kev Seeley
2020 – Island – EP (baixista nesse trabalho do cantor australiano Adam Rogers)
2021 – Lisergia Lirica – Álbum com 10 faixas  (trabalho feito em parceria com o poeta baiano Jucimar Almeida o qual toquei todos os instrumentos (baixo, guitarra, teclados e arranjos de bateria), e assinei a produção (gravação, mixagem, masterização).
2021 – Pangéia Separada (teclados no poema do apresentador Beto Costa)
2021 – Johnny’s Soundtrack (teclados na trilha sonora do Podcast “Olhando Pra Dentro” do escritor Fabiano Delgado)
2021 – Idolos – single (teclados nesse trabalho do cantor e compositor Anselmo Quinto)
2. Músicos com os quais trabalhou
Denilson Carreiro começou em 1985 e tocou com inúmeros músicos, em diversos projetos.
De todas as suas participações, o cantor e compositor destaca algumas parcerias, dentre elas, o guitarrista Vagner Nascimento, que tocou com ele na banda Quartzo e hoje toca na lendária Patrulha do Espaço; Lucas Maciel, com o qual formou o Bumerangue Carma, e hoje toca na banda Hivolts; Junior Correia, com o qual trabalhou no Bumerangue Carma e hoje está na banda DrCalifornia.
3. Sua formação musical
Denilson começou a cantar aos 8 anos e, aos 15, deu início aos estudos de guitarra. Aos 17, começou a estudar piano e aos 20, contrabaixo.
O estudo do piano e do contrabaixo foram mais aprofundados com o aprendizado da leitura de partitura. Também é autodidata na bateria.
4. Seu processo de construção da independência na produção e divulgação
Segundo Denilson Carreiro: “Ao longo dos anos, eu fui estudando produção musical, e graças a Deus hoje eu tenho um estúdio em casa que me permite a produção dos meus próprios trabalhos, onde sou o único responsável por todos os processos (gravação, mixagem, masterização).
Eu cuido inteiramente do meu trabalho musical em todos os processos, desde a criação musical, até a produção de vídeos e consequente divulgação nos meios disponíveis.”
Site de Denilson Carreiro:

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com
%d blogueiros gostam disto: