Vivendo de Música – Métodos e Gestão na carreira

Vivendo de Música – Métodos e Gestão na carreira

Vivendo de Música – Métodos e Gestão na carreira é artigo de Luis Maldonalle .

É cada vez mais raro dentro do cenário artístico, sobretudo do underground o vínculo do termo “gestão” com resultados ou até mesmo como possibilidade dentro da carreira. Em uma situação diametralmente oposta, as grandes empresas e até micro negócios, fazem cada vez mais o uso incessante desta ferramenta. Aqui mesmo na coluna isso já foi dito. O fato é que; resultado é igual a investimento. Não só financeiramente, mas em todos os graus.

 

Vivendo de Música – Métodos e Gestão na carreira

 

No processo de identificar os highlights, falhas, gargalos e qual o melhor público-alvo, nicho e demanda para o seu negócio ( sua banda ou carreira), listrarei alguns exemplos existentes de gestão no mercado.

A intenção além de identificar é evitar o que pode ser uma trava no desenvolvimento das ideias e do planejamento. Ao mesmo tempo fica possibilidade de usar tudo isso a seu favor como estratégia.

 

GESTÃO DE PROCESSOS

Esse é um método bem comum. Requer um grupo de habilidades. A gestão de processos é quase sempre feita por alguém ligado aos detalhes. Alguém com ligação forte ao procedimento e o método afim de alcançar resultados. O problema aqui reside no perfeccionismo que exagerado, pode mais atrapalhar do que ajudar. A frase “o Ego mata o talento” , se encaixa bem. Toda execução em atividade organizacional exige um tato que vai além do detalhe e perfeição. Feito é melhor que perfeito. E se você tem a intenção de escalar aquilo que tem alçado e definido como objetivo, é melhor levar tudo isso em consideração. Afinal o lance aqui não é ter só um single, um Ep ou um único show. Essas coisas são cíclicas.

 

GESTÃO DEMOCRÁTICA

Esse tipo de gestão é caracterizado pelo conjunto. O engajamento de toda equipe. No caso de uma banda não é diferente, e com todos remando na mesma direção tende se a ter um resultado mais apropriado. Numa gestão democrática é interessante perceber o grau de maturidade dessa equipe pra que o processo não desmorone. Esse manejo do grupo requer um tato diferente. É preciso ser bem flexível pra administrar a participação dos colaboradores. O revés aqui é caso essa maturidade ou flexibilidade não aconteça, a gestão pode ser um verdadeiro fisco a longo prazo como empreendimento.

 

GESTÃO MERITOCRÁTICA

Aqui como o próprio nome diz a gestão é baseada no merecimento. Então a leitura do gestor é de entender e estipular metas eficientes, sempre levando em conta a habilidade dos colaboradores. Pra isso deve-se conhecer e bem o grupo afim de delegar funções possíveis. O revés aqui se encontra na competitividade que será acirrada e pode sim afetar a relação da equipe. Já que todos sabem que o sucesso em realizar as tarefas dependem de cada um. Esse talvez o menos indicado. Dentro do processo de bandas.

 

GESTÃO DE DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS

Nesse processo específico de gestão, o processo é baseado na motivação e capacitação da equipe através do gestor. Esse desenvolvimento é atrelado a processos de ferramentas de desenvolvimento. Uma delas é através de mentorias e coaching. Então tarefas e métodos ágeis como kanban e scrum podem ser explorados. Assumir a responsabilidade do processo é a função primordial do gestor nesse tipo de processo.

 

GESTÃO AUTOCRÁTICA

Esse processo é o menos indicado e apreciado por equipes. Aqui as ordens vêm de cima e ponto final. Nesse antigo conceito de chefe, a ideia baseia-se numa gestão centralizadora e sem muito espaço pra interação. Comum em grandes conglomerados hierárquicos e empresas verticalizadas. Nesse tipo de gestão, as decisões quase sempre ficam por conta do líder autocrático. É comum nesse processo os subordinados se sentirem frustrados e desmotivados a longo prazo.

L.M

 

Author: Maldonalle

Luís Maldonalle é guitarrista há trinta anos e é e considerado um dos grandes expoentes da cena do Centro-Oeste. Atualmente se dedica ao conteúdo via redes e o Tributo Yngwie Malmsteen. Luís sempre foi um aficionado das clássicas histórias de terror e literatura fantástica. O seu livro, Sete Noites em Claro, é a estreia dele no universo do terror e fantasia. Para mais informações visite : https://www.paypal.com/donate?hosted_button_id=M83EX6BSSVXS4

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com
%d blogueiros gostam disto: