Sub-Rock Lança Versão de ‘Um Simples Projeto’

Sub-Rock Lança Versão de ‘Um Simples Projeto’

Sub-Rock Lança Versão de ‘Um Simples Projeto’, trabalho que vem logo em seguida do lançamento de seu segundo EP, ‘Esperança’. A Sub-Rock não para e participa do projeto AVA, Autoral Versus Autoral. Esse projeto consiste em bandas independentes fazerem versões de músicas de outras bandas independentes.

Por: Elizabeth Del Nero          Fonte: Assessoria de comunicação

 

Sub-Rock Lança Versão de 'Um Simples Projeto'

 

São Paulo, 25 de Julho de 2022 – O projeto Autoral Versus Autoral, o AVA, dispõe as bandas participantes e cada uma participa do sorteio, em que uma música será indicada para uma nova versão. Um exercício de criação e de fortalecimento das bandas independentes. A Sub-Rock recebeu no sorteio a banda Um Simples Projeto e, seguida, sua tarefa era a de escolher qual música receberia uma nova visão. A banda optou por ‘Será Que Tá Tudo Bem’ pelo seu viés contestador.

A música foi gravada no Conspiração Records, em Osasco, com produção de mixagem a cargo de Lau Andrade e se transformou em um rap, com seus versos declamados e com o refrão cantando repetidamente.

Ouçao Será Que Tá Tudo Bem:

 

Sobre a Sub-Rock

A banda foi formada na cidade de Osasco em 2019 por Gil Freitas, Mauricio França e Rita Mendes, que já tinha uma banda anterior e resolveram criar a Sub-Rock. Chamaram Vinicius Pimentel e Diego Lutero para completar o time.

Desde o início, o objetivo era fazer som autoral, então desde os primeiros ensaios todos focaram em compor novas músicas ou fazer novas roupagens de músicas de projetos anteriores.

Foram feitos alguns ensaios abertos para testar a recepção das novas músicas e após isto a decisão de gravar foi natural.

Em 2022, a Rita saiu da bandae entraram Droyd e Luiz Henrique.

Primeiro EP

A primeira decisão era fácil, a gravação seria no Conspiração Records, do lendário Lau Andrade, em Osasco.

Uma outra decisão da banda, seria chamar um produtor, pois todos queriam uma sonoridade diferente. A escolha foi por Kleber Muniz, que além de produtor, faz parte da banda Extremo Soma. 

No começo das gravações veio o convite do selo CrossoverBr, era o que faltava! 

O EP não se apega a um único estilo, navega pelo punk, grunge, pós-grunge. E ainda teve a participação especial de Patricia Rod Mal (Suiteluxo) na versão em Espanhol, de Dorlores, e o Kleber Muniz deu uma canjinha no baixo em Nós Contra Nós.

Após o EP, a banda ainda gravou a música ‘Nada Com Nada’ com a participação especial de Renato Limonge.

Formação:

Maurício (Tio) França –Vocal

Gil Freitas –Vocal

Droyd – Baixo

Vinicius Pimentel –Guitarra

Diego Lutero –Bateria

Luiz Henrique – Guitarra


Mais posts na Expedição disponíveis no Mapa.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com
%d blogueiros gostam disto: